Após se reunir com Temer, Aécio diz preferir que apoio do PSDB seja "congressual"

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse nesta quarta-feira que prefere, pessoalmente, que o apoio de seu partido a um governo comandado pelo vice-presidente Michel Temer seja "congressual".

Falando a jornalistas após se reunir com Temer e com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), Aécio disse que o PSDB não fará indicações de cargos, mas apresentará na próxima semana medidas que considera essenciais para o país. Temer assumirá a Presidência da República se o Senado confirmar a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos