Crise política atrapalha leilão da Celg-D; preço de venda deve ser revisto, diz governo

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A turbulência política no Brasil está atrapalhando a divulgação de edital para venda da distribuidora de energia Celg-D, mas leilão não corre risco, afirmou o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata.

Ao ser questionado sobre o valor inicial estabelecido para a Celg-D no leilão, considerado elevado pelo mercado, Barata afirmou que "provavelmente o preço vai ser revisto". "Quando acontecer, vai ser com outro preço", disse ele, evitando afirmar se o valor vai ser reduzido.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos