Suspeito de ataques em Paris Abdeslam é extraditado da Bélgica para França

Por Robert-Jan Bartunek e Philip Blenkinsop

BRUXELAS (Reuters) - Salah Abdeslam, suspeito de participação decisiva nos ataques de Paris em novembro nos quais 130 pessoas foram mortas, foi extraditado da Bélgica para a França, disseram procuradores de ambos países nesta quarta-feira.

Abdeslam, de 26 anos, foi o fugitivo mais procurado da Europa até sua captura em Bruxelas em 18 de março, após quatro meses de buscas. Ele deve se apresentar a juízes franceses mais tarde nesta quarta-feira.

"Salah Abdeslam foi entregue a autoridades francesas nesta manhã", disseram procuradores federais belgas em comunicado.

A captura em março ocorreu quatro dias após ataques a bomba de militantes islâmicos no aeroporto internacional de Bruxelas e em um vagão do metrô, que mataram 32 pessoas.

Frank Berton, conhecido advogado criminal francês, disse que iria liderar a defesa de Abdeslam e visitou seu cliente por mais de duas horas na semana passada em uma cela de prisão na Bélgica, junto com o advogado belga do acusado, Sven Mary.

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos