Governo sírio se diz preocupado com relatos sobre chegada de tropas dos EUA

BEIRUTE (Reuters) - O governo da Síria disse nesta quinta-feira que está profundamente preocupado com os relatos de que 150 soldados dos Estados Unidos chegaram ao nordeste do país, e afirmou ser "uma agressão descarada", dois dias depois de Washington comunicar que irá enviar mais forças para a Síria.

Segundo a agência estatal de notícias síria Sana, uma autoridade afirmou: "Recebemos com grande preocupação a notícia que fala sobre a entrada de 150 soldados norte-americanos no território sírio na área de Rmeilan". A Sana não informou a fonte dos relatos.

O campo aéreo de Rmeilan está localizado em uma área da Síria controlada pela milícia curda Unidades de Proteção Popular (YPG), uma aliada importante dos EUA na luta contra o Estado Islâmico.

Na segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou que seu país irá mobilizar até 250 tropas na Síria para auxiliar forças locais a combaterem os militantes do Estado Islâmico.

(Por Tom Perry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos