Vice-presidente dos EUA visita Iraque em demonstração de apoio a governo

Por Roberta Rampton

BAGDÁ (Reuters) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se encontrou com o primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, e outras autoridades de primeiro escalão durante uma visita não anunciada a Bagdá nesta quinta-feira para mostrar apoio ao governo enquanto procura capitalizar vitórias recentes sobre o Estado Islâmico em meio a uma crise política que está desviando as atenções.

É a primeira visita de Biden, a autoridade da Casa Branca a cargo do Iraque, desde que as forças norte-americanas se retiraram do país em 2011, depois de quase nove anos de ocupação. Ele é o terceiro e mais graduado dos representantes dos EUA a pisarem em solo iraquiano neste mês.

O Estado Islâmico ocupou vastas porções do Iraque e da vizinha Síria em 2014. As forças iraquianas retomaram parte dos territórios, como Ramadi, cidade do oeste do país, mas muitas vezes depois de longas batalhas que deixaram estas áreas destruídas.

A viagem de Biden, que foi planejada durante meses, é um sinal do progresso que Washington acredita que as forças do Iraque fizeram ao repelir os militantes ao longo do último ano.

    "Esta é uma boa indicação do apoio contínuo dos Estados Unidos aos esforços do primeiro-ministro, Haider al-Abadi, para unir a nação do Iraque no confronto ao Estado Islâmico", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos