EUA dizem que estão discutindo com Rússia a retomada do cessar-fogo na Síria

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos disseram nesta sexta-feira que estão discutindo com a Rússia sobre a tentativa de renovar o cessar-fogo na Síria, depois do ataque mortal nesta semana a um hospital em Aleppo.

"A nossa esperança é, ao renovar esse acordo...poder ganhar ímpeto de novo para uma interrupção de hostilidades respeitada amplamente”, afirmou Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca.

Esforços para pressionar por uma paralisação imediata do conflito se dão em meio ao aumento dos combates entre as forças do governo sírio, apoiadas por Moscou, e grupos de oposição, apoiados pela coalizão liderada pelos EUA.

Uma importante autoridade do Departamento de Estado declarou que os EUA buscavam suspender os confrontos em Latakia e em Ghouta, no leste, perto de Damasco, como um teste para tentar retomar a interrupção das hostilidades em todo o país, inclusive Aleppo.

"Isso é como um teste, obviamente, que nós queremos que funcione, e nós estamos trabalhando duro para garantir que funcione. Então, esperamos que no final seja amplo”, disse a autoridade, em relação à planejada suspensão dos combates em Latakia e em Ghouta.

Ele disse que os EUA também tentavam parar os confrontos em outros lugares do país, principalmente em Aleppo, que tem sido recentemente o palco da pior violência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos