Goiás deve ter quebra de 3,2 mi t na 2ª safra de milho, diz federação

SÃO PAULO (Reuters) - A segunda safra de milho de Goiás, importante produtor do cereal, deverá ter uma quebra de 3,2 milhões de toneladas este ano em função do tempo seco e quente, estimou nesta sexta-feira a Federação da Agricultura de Goiás (Faeg).

A safra, projetada inicialmente em 8,2 milhões de toneladas, deverá ficar em 5 milhões de toneladas, disse à Reuters o consultor técnico do Senar/Faeg, Cristiano Palavro.

(Por Gustavo Bonato)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos