Produção de açúcar da Índia deve recuar 11,7% em 2015/16, diz associação do setor

MUMBAI (Reuters) - A Índia, maior consumidor mundial de açúcar, deve produzir 25 milhões de toneladas do produto no ano comercial de 2015/16, que se encerra no dia 30 de setembro, volume 11,7 por cento menor do que na temporada anterior, informou a Associação Indiana de Usinas de Açúcar nesta segunda-feira.

A primeira sequência de duas secas em quase três décadas atingiu as plantações de cana-de-açúcar de Maharashtra, Estado com maior produção, reduzindo a produção total do país, disse a associação em comunicado.

As usinas já produziram 24,6 milhões de toneladas de açúcar, comparado a 27,6 milhões de toneladas durante o mesmo período do ano anterior, disse a associação.

A Índia deve se tornar um importador líquido de açúcar em 2016/17, já que a estiagem em anos seguidos secou os canais de irrigação e devastou os campos de cana, com a produção total do Estado com a maior produção recuando mais de 40 por cento.

O país vai, em breve, derrubar uma ordem que obriga as usinas a exportar o excesso de oferta, disseram duas autoridades do governo nesta segunda-feira, após as secas colocarem o país a caminho de se tornar um importador do produto por volta de outubro.

(Reportagem por Rajendra Jadhav)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos