PGR pede inclusão de Lula, políticos e executivos em inquérito da Lava Jato, diz STF

(Reuters) - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal a inclusão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vários ministros e ex-ministros, parlamentares e executivos em inquérito da Lava Jato no STF, segundo a assessoria do tribunal.

Entre os políticos que Janot pede para serem incluídos nas investigações estão os ministros Jaques Wagner (chefe de gabinete da Presidência), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social) e os ex-ministros Antonio Palocci e Erenice Guerra.

O pedido de investigação é baseado nos nomes citados na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem-partido-MS).

No caso de parlamentares estão o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e os senadores Jader Barbalho (PMDB-PA) e Delcídio.

Também aparecem na lista de pedidos de investigação de Janot o pecuarista José Carlos Bumlai, o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli e o banqueiro André Esteves, que esteve preso recentemente por suspeira de obstruir investigações da Lava Jato.

A inclusão dos novos nomes precisa ser autorizada pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos