Atual e ex-presidente da Mitsubishi no Brasil são condenados por envolvimento na Zelotes

SÃO PAULO (Reuters) - A Justiça Federal de Brasília condenou nesta quarta-feira o presidente da MMC Automotores, distribuidora e montadora da Mitsubishi no Brasil, por lavagem de dinheiro em um esquema de compra de benefícios fiscais, investigado pela Operação Zelotes.

Robert de Macedo Soares Rittcher, que assumiu a presidência MMC em 2010, recebeu pena de quatro anos e dois meses de reclusão, que inicialmente poderá ser cumprida em regime semi-aberto. Ele foi absolvido da acusação de participação em organização criminosa.

O seu antecessor, Paulo Arantes Ferraz, que presidiu a MMC entre 2009 e 2010, foi condenado a quatro anos e dois meses de reclusão pelo crime de corrupção ativa. Além dele, outras oito pessoas foram condenadas em processo que investigou benefícios irregulares à MMC e à Caoa, do empresário Carlos Alberto Oliveira Andrade.

Mauro Marcondes Machado, apontado como lobista do grupo, foi segundo a justiça o principal articulador da quadrilha, tendo cobrado 16 milhões de reais parcelados de cada uma das empresas Caoa e MMC almejando a edição de uma Medida Provisória prorrogando incentivos fiscais de interesses particulares de duas grandes empresas. Ele foi condenado a 11 anos e oito meses de prisão.

(Por Aluísio Alves; Edição de Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos