Hidrelétricas têm reservatórios em nível baixo se considerado histórico, diz Comerc

SÃO PAULO (Reuters) - O nível dos reservatórios das hidrelétricas do Brasil ainda é baixo se considerado o histórico dos últimos 15 anos, mesmo após um período de chuvas mais favorável neste ano e uma recessão que reduziu o consumo de energia, afirmou a comercializadora de eletricidade Comerc em relatório nesta quarta-feira.

"É possível notar que, nos casos do Nordeste, Norte e Sudeste/Centro-Oeste, os níveis ainda são baixos quando comparados à séria histórica dos últimos 15 anos", afirmou a empresa, que ainda destacou o fim da temporada de chuvas, que vai de dezembro a abril.

"Deve haver baixa no nível dos reservatórios de todo país até o fim de maio, principalmente em função do período seco, que, tradicionalmente, reduz o volume de chuvas".

No Sudeste/Centro-Oeste, o nível das hidrelétricas fechou abril em 58 por cento, o que está acima apenas dos níveis registrados em abril de 2014 e 2015, de 39 e 34 por cento, respectivamente, se considerado o histórico desde 2002.

A região Nordeste, com 33 por cento, estava apenas ligeiramente acima dos 28 por cento registrados em abril de 2015, pior nível para esse mês no período analisado.

Já o Norte apresenta 65 por cento de armazenamento, pior nível desde 2002, quando fechou abril com 74 por cento.

A situação só é mais positiva no Sul, que ajudado pelo fenômeno climático El Niño registra 89 por cento de armazenamento, no mesmo nível de 2010 e 2011, melhores marcas da série.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos