Votação do impeachment no plenário do Senado será na próxima quarta-feira, diz Renan

BRASÍLIA (Reuters) - Uma vez votado na sexta-feira pela comissão especial do Senado, o parecer sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff vai a votação no plenário da Casa na quarta-feira da próxima semana, disse nesta tarde o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

“Havendo decisão da comissão na sexta, faremos a leitura na segunda e vamos marcar no prazo de 48 horas, portanto para quarta-feira, a votação no plenário”, disse Renan a jornalistas.

Renan vai se reunir na sexta-feira com a direção do Senado, a polícia legislativa e o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, para discutir detalhes da organização da votação da admissibilidade do impeachment.

Caso o plenário vote a favor do impeachment, Dilma será afastada do cargo por até 180 dias e o vice-presidente Michel Temer assumirá a Presidência da República interinamente.

Segundo o presidente do Senado, se a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado deliberar na quinta-feira sobre o processo de cassação do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), a votação do caso no plenário “certamente” ocorrerá na terça-feira da semana que vem.

(Por Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos