Dilma lamenta que Cunha tenha presidido "na cara de pau" votação do impeachment na Câmara

(Reuters) - A presidente Dilma Rousseff aproveitou a decisão do ministro do Supremo Teori Zavascki de suspender nesta quinta-feira o mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para bater na tecla de que o deputado aceitou o pedido de impeachment contra ela por vingança.

Em discurso na cerimônia de início da operação comercial da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará Dilma disse lamentar que Cunha tenha presidido "na cara de pau" a votação do pedido de impeachment no plenário da Câmara dos Deputados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos