FBI deve ouvir Hillary em breve por investigação de emails, diz CNN

WASHINGTON (Reuters) - O FBI deve ouvir Hillary Clinton nas próximas semanas sobre o uso de um servidor de email privado enquanto ela era secretária de Estado norte-americana e já entrevistou alguns de seus assessores, informou a CNN nesta quinta-feira.

A investigação de nove meses sobre se leis foram desrespeitadas com o uso do servidor mantido na casa de Hillary em Nova York tem ofuscado a campanha dela para se tornar a candidata do Partido Democrata nas eleições presidenciais de novembro.

Restando apenas alguns Estados para votar nas eleições primárias, ela mantém uma vantagem sobre seu rival, o senador por Vermont Bernie Sanders.

Mais de 2.000 emails enviados e recebidos por Hillary enquanto trabalhava como principal diplomata do presidente Barack Obama incluem informações secretas, que o governo proíbe de serem tratadas fora de canais seguros, controlados pelo governo.

Hillary disse que não enviou ou recebeu qualquer informação que fosse marcada como secreta. "Estamos confiantes de que a revisão irá concluir que nada impróprio ocorreu", disse a campanha dela à CNN.

(Por Mark Hosenball)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos