Israel diz ter encontrado segundo túnel do Hamas em Gaza após guerra de 2014

Por Eli Berlzon

SUFA, Israel (Reuters) - O Exército de Israel disse ter descoberto nesta quinta-feira um túnel entre fronteiras construído pelo grupo islâmico Hamas na Faixa de Gaza durante um raro momento de violência na fronteira, relativamente calma desde uma guerra em 2014.

Autoridades de um hospital disseram que uma mulher de 54 anos foi morta em Gaza e um homem ficou ferido por fragmentos de um tiro de tanque israelense próximo a Rafah durante confrontos, que tiveram início na quarta-feira.

A agência de inteligência israelense Shin Bet informou que um operador do Hamas preso no mês passado deu informações sobre a rede de túneis na área, embora não tenha explicitamente atribuído a descoberta desta quinta-feira aos dados do operador.

Militantes atiraram com morteiros contra forças de Israel que trabalhavam para destruir um túnel e Israel respondeu com tiros de tanque e ataques aéreos, disse uma porta-voz do Exército.

Aeronaves israelenses atingiram quatro posições do Hamas nas proximidades do túnel, de acordo com o Exército. Nos dois últimos dias houve 10 momentos em que o Hamas disparou contra forças israelenses que trabalhavam na área.

O Hamas, governante de facto de Gaza, não confirmou responsabilidade pelos tiros e não comentou sobre o anúncio de descoberta do túnel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos