Queda na produção de petróleo fora da Opep é chave para alta de preços, diz Goldman

(Reuters) - A chave para uma recuperação sustentável dos preços do petróleo será uma queda estável na produção dos países de fora da Opep, disse o banco Goldman Sachs nesta segunda-feira.

Em seu cenário base, o Goldman disse que espera um déficit sustentado no terceiro trimestre do ano, até quando os preços do petróleo deverão continuar sendo negociados próximos aos níveis atuais.

Em uma nota enviada em separado aos clientes, o banco disse que prevê uma queda na produção norte-americana de petróleo em 650 mil barris por dia neste ano.

"No geral, nós vemos ganhos de produtividade nos Estados Unidos...vemos os preços do petróleo nos EUA mantendo-se dentro da faixa de 50 dólares a 60 dólares por barril no longo prazo".

Em seu último relatório com as perspectivas para o mercado, a Administração de Informações em Energia dos Estados Unidos disse em abril que a produção dos EUA deverá cair em 830 mil barris por dia neste ano e em 560 mil barris por dia no próximo ano, para 8,04 milhões de barris por dia.

(Por Apeksha Nair)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos