Renan mantém tramitação do impeachment no Senado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), rejeitou nesta segunda-feira a decisão do presidente em exercício da Câmara de anular a sessão de votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff entre os deputados, e disse que dará seguimento ao processo no Senado.

O presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), suspendeu mais cedo nesta segunda-feira a sessão da Casa que autorizou a abertura do processo de impedimento contra a petista por considerá-la nula e convocou nova votação. A decisão inesperada aconteceu apenas dois dias antes de uma sessão do Senado prevista para os senadores decidirem sobre o impeachment de Dilma.

(Por Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos