Dilma vai continuar o debate sobre impeachment no Senado e junto ao STF, diz Rossetto

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff vai continuar sua defesa contra o pedido de impeachment no Senado e junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou o ministro do Trabalho e Previdência, Miguel Rossetto, nesta terça-feira, véspera da votação sobre a admissibilidade do processo no Senado que pode afastá-la do cargo por até 180 dias.

Em entrevista a jornalistas após reunião com Dilma no Palácio do Planalto nesta manhã, o ministro petista disse ainda que a presidente continua "determinada" e "firme" para continuar cumprindo sua responsabilidade, uma vez que seu mandato representa "a expressão da vontade popular"

(Reportagem de Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos