Forças dos EUA e afegãs libertam filho sequestrado de ex-premiê paquistanês

Por Mehreen Zahra-Malik

ISLAMABAD (Reuters) - O filho sequestrado de um ex-primeiro-ministro paquistanês foi resgatado no Afeganistão em uma operação conjunta de forças afegãs e dos Estados Unidos três anos depois de ser capturado por homens armados em sua cidade-natal no Paquistão, disseram autoridades nesta terça-feira.

Ali Haider Gilani, filho do ex-premiê Yusuf Raza Gilani, "foi recuperado hoje em uma operação conjunta realizada pelas forças de segurança afegãs e norte-americanas em Ghazni, no Afeganistão", informou o Ministério das Relações Exteriores paquistanês em comunicado.

Segundo o ministério, ele será transferido ao Paquistão depois de um exame médico.

Em uma comunicação separada, o gabinete do presidente afegão, Ashraf Ghani, disse que forças de segurança afegãs desmantelaram uma célula da Al Qaeda em outra ação conjunta com forças internacionais, e deu a entender que a descoberta de Gilani pode ter sido acidental.

"Durante esta operação anti-insurgência, Ali Haider Gilani... foi identificado no local da operação, e libertado dos terroristas", disse.

De acordo com o escritório de Ghani, a batida aconteceu na província vizinha de Paktika, que também faz fronteira com áreas tribais paquistanesas em constante desassossego.

Forças dos EUA no Afeganistão confirmaram que Gilani foi resgatado em uma busca conjunta com comandos afegãos no distrito de Gayan, em Paktika, segundo um comunicado divulgado nesta terça-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos