Bovespa fecha em alta de 1% com exterior e noticiário corporativo após afastamento de Dilma

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou com o seu principal índice em alta nesta quinta-feira, após o Senado aprovar abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e afastá-la do cargo, com Michel Temer assumindo interinamente o comando do país.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 1,1 por cento, a 53.346 pontos, com bancos privados entre os principais suportes de alta. Na mínima, pela manhã, o índice recuou 0,65 por cento.

O pregão foi marcado por noticiário corporativo intenso, com as ações do Banco do Brasil recuando após resultado trimestral fraco e os papéis da JBS disparando por anúncio de reestruturação societária.

O cenário externo também influenciou a direção do Ibovespa, particularmente o movimento de Wall Street e do petróleo.

O volume financeiro somava 8,15 bilhões de reais.

(Por Paula Arend Laier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos