Dilma diz ser alvo de golpe e impeachment fraudulento e reitera não ter cometido crime

BRASÍLIA (Reuters) - Em pronunciamento após ser notificada da instauração do processo de impeachment e afastada da Presidência da República, Dilma Rousseff reiterou nesta quinta-feira ser alvo de uma "farsa jurídica" que equivale a um golpe, e afirmou não ter cometido qualquer irregularidade que justificasse o impedimento.

"Posso ter cometido erros, mas jamais cometi crimes", disse no Palácio do Planalto a presidente afastada, ao lado dos ministros de seu governo, logo após receber a notificação da decisão do Senado.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos