Turquia diz ter cumprido critérios para dispensa de vistos para UE e não aceitar atraso

Por Ece Toksabay

ANCARA (Reuters) - A Turquia cumpriu os critérios para a dispensa de vistos de viagem para a Europa, disse o ministro turco de Assuntos da União Europeia nesta quinta-feira, acrescentando que adiar o acordo sem motivo seria inaceitável, comentários que podem ameaçar um pacto mais abrangente sobre os imigrantes.

Volkan Bozkir afirmou que Ancara não irá alterar suas leis antiterrorismo – uma exigência de Bruxelas que ele disse não ter sido mencionada anteriormente.

"Queremos que o processo continue, mas seria inaceitável para a Turquia caso seja adiado de uma maneira injusta", disse Bozkir em uma coletiva de imprensa em Estrasburgo transmitida ao vivo na TV turca.

Ancara vem dizendo reiteradamente que, sem a dispensa de vistos, não haverá acordo imigratório.

O pacto entre a UE e a Turquia, que inclui medidas de segurança adicionais, dinheiro para ajudar os postulantes a asilo em solo turco e a polêmica devolução de imigrantes saídos das ilhas gregas, tem por meta deter os ingressos irregulares na Europa.

Embora desesperada para que o acordo surta efeito, Bruxelas insiste que a Turquia adote mudanças adicionais para cumprir os 72 critérios acordados para a liberação de vistos, incluindo uma definição legal de terrorismo mais precisa.

A UE e grupos de direitos humanos vêm acusando a Turquia de usar a amplitude da lei para sufocar a dissidência no país, enquanto Ancara afirma que ela é necessária para combater militantes curdos e ameaças do Estado Islâmico nos vizinhos Iraque e Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos