Ritmo de expansão econômica da Alemanha mais do que dobra no 1º tri

Por Joseph Nasr

BERLIM (Reuters) - A taxa de crescimento econômico da Alemanha mais do que dobrou no primeiro trimestre, uma vez que gastos estatais e das famílias mais do que compensaram a queda nas exportações, informou nesta sexta-fira a Agência Federal de Estatísticas.

A economia cresceu 0,7 por cento, taxa trimestral mais alta desde a leitura idêntica no primeiro trimestre de 2014.

A leitura ficou acima da taxa de 0,6 por cento registrada na zona do euro como um todo, consolidando a posição da Alemanha como motor econômico do bloco.

O inverno mais ameno na Alemanha levou a um aumento no investimento em construção e bens de capital, segundo a agência de estatísticas.

O consumo privado superou o comércio como principal motor do crescimento para a economia alemã, com desemprego em mínima recorde, taxa de juros baixa e salários mais alto levando os consumidores a gastar mais.

A taxa de crescimento trimestral superou com facilidade a leitura de 0,3 por cento registrada nos últimos três meses de 2015, embora o dado da comparação anual de 1,3 por cento tenha ficado abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 1,5 por cento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos