Estado Islâmico ataca hospital em Deir al-Zor, na Síria

BEIRUTE (Reuters) - O Estado Islâmico atacou neste sábado um hospital em Deir al-Zor e obteve ganhos territoriais nas fronteiras da cidade síria parcialmente controlada pelo governo, disse o grupo militante.

A agência de notícias Amaq, do Estado Islâmico, afirmou que seus combatentes atacaram o Hospital Assad e assumiram um posto de controle, uma estação do corpo de bombeiros e as acomodações de uma universidade. A cidade fica perto da fronteira com o Iraque.

O Estado Islâmico controla a maior parte da província de Deir al-Zor e faz um cerco desde março do ano passado à área ainda controlada pelo governo na cidade de mesmo nome.

A cidade liga a “capital” do Estado Islâmico, Raqqa, aos territórios controlados pelo grupo no vizinho Iraque.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos afirmou que há informações de que o EI prendeu médicos e soldados do governo.

Os embates causaram pelo menos 20 mortes nas forças sírias e seis no lado dos militantes, disse o observatório.

(Reportagem de Lisa Barrington em Beirute e Omar Fahmy no Cairo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos