Iraque mira imprensa enquanto forças de segurança lutam para conter conflitos

Por Saif Hameed

BAGDÁ (Reuters) - As autoridades xiitas do Iraque fecharam os escritórios de dois canais de televisão populares entre os iraquianos sunitas e ordenaram que um programa satírico saísse do ar, apertando o controle sobre a mídia num momento em que as tensões políticas crescem em Bagdá.

A repressão, que começou em março, parece ser estimulada por preocupações de que os canais poderiam inflamar rivalidades sectárias, as quais as forças de segurança teriam dificuldade de conter. Mas também aumentam os temores sobre a liberdade de expressão.

A Comissão de Comunicação e Mídia (CMC, na sigla em inglês) fechou o escritório em Badgá da rede pan-arábica Al Jazeera, o canal de TV local Al-Baghdadia e ordenou a interrupção das transmissões do satírico Albasheer Show.

A comissão afirmou que a Al Jazeera e o Albasheer Show, que faz piada com poderosas figuras iraquianas no mesmo espírito que o The Daily Show, nos Estados Unidos, ou o Le Petit Journal, na França, violaram um código de conduta profissional.

A CMC é uma autoridade estatal com a tarefa de implementar políticas de governo. O órgão deu poucos detalhes e recusou pedidos de comentário.

"Eles tinham algumas reservas sobre usarmos o termo ´milícias´, ao nos referirmos ao Hashid Shaabi", disse Waleed Ibrahim, chefe de redação da Al Jazeera no Iraque, em referência à coalizão de grupos paramilitares em sua maioria muçulmanos xiitas formada para combater o Estado Islâmico. 

Ele afirmou que a CMC também foi contra opiniões expressas no canal baseado no Catar por convidados de talk shows transmitidos de Doha. "Tentamos explicar que essas são as opiniões dos convidados e não necessariamente as nossas", disse ele.

Al-Baghdadia, canal de televisão do empresário iraquiano Awn al-Khashlok e que possui programação popular entre a minoria sunita, foi fechado em março. Comunicado da CMC dizia que o canal não tinha a autorização devida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos