Verstappen faz história na F1 e acidente tira a Mercedes do GP da Espanha

Por Alan Baldwin

BARCELONA (Reuters) - O adolescente holandês Max Verstappen fez história na Formula 1 ao se tornar o piloto mais novo a vencer uma corrida neste domingo, em um sensacional Grande Prêmio da Espanha, que teve colisão entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg, da Mercedes, que tirou ambos logo na primeira volta.

Verstappen, de apenas 18 anos que fez sua estreia uma semana após ter sido promovido da equipe júnior da Toro Rosso, chegou 0,616 segundos à frente de Kimi Raikkonen, 36 anos – o dobro de sua idade -, da Ferrari.

Verstappen é também o piloto mais jovem a subir no pódio e o primeiro vencedor holandês desde início do campeonato, em 1950.

Seu pai, Jos, que subiu duas vezes ao pódio como companheiro de equipe de Michael Schumacher em 1994, pela Benetton, e que disputou a corrida com Raikkonen mais tarde em sua carreira, estava orgulhoso e declarou ser o melhor dia de sua vida.

"Isto é realmente algo incrivelmente especial", disse ele a repórteres, enquanto outros diziam se tratar de um talento excepcional.

Sebastian Vettel, quatro vezes campeão mundial e, anteriormente, o vencedor mais jovem graças à sua surpreendente performance no Grande Prêmio italiano em 2008 pela Toro Rosso, aos 21 anos, chegou em terceiro pela Ferrari.

O sonho alemão Rosberg de uma oitava vitória consecutiva e a quinta da temporada desapareceu no cascalho logo na primeira volta, onde ele e o atual campeão Hamilton foram parar depois da disputa pela liderança.

Mas Verstappen reescreveu o script do que parecia uma corrida usual, ao mostrar um desempenho seguro para um jovem que não podia dirigir em estradas públicas até o ano passado, e cuja entrada precoce no esporte foi questionada por muitos.

“Eu estava mirando o pódio, mas ganhar de imediato é uma sensação incrível”, disse Verstappen, que se classificou em quarto lugar com o companheiro australiano de equipe Daniel Ricciardo.

Ricciardo podia ter se juntado a ele no pódio, mas um pneu estourado acabou deixando-o em quarto.

DESEMPENHO INACREDITÁVEL

“Não me recordo de ver uma performance de estreia como essa”, disse Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, ao lado do proprietário da marca de bebidas energéticas, o bilionário Dietrich Mateschitz.

“O garoto acabou de fazer um trabalho inacreditável. Max não fez nada errado em todo o fim de semana. Ganhar a corrida, eu acho que ninguém sequer sonhou com isso.”

O tricampeão mundial Hamilton largou na pole position, com Rosberg ao lado, mas sua corrida acabou depois de três curvas.

O alemão ultrapassou Hamilton por fora da curva, jogando o britânico – que tentava recuperar a liderança – para o gramado.

“Foi uma estupidez, podíamos ter vencido essa corrida”, disse Niki Lauda, diretor não executivo da equipe da Mercedes, à BBC. “Lewis é muito agressivo. Preciso conversar com eles e ouvir suas explicações e, a partir daí, veremos o que acontece.”

Toto Wolff, diretor de automobilismo da Mercedes, no entanto, se recusou a assumir parte da culpa.

“Do ponto de vista de equipe, olhamos para as imagens e os dados não são claros. Nico teve uma primeira e segunda curvas boas, Lewis tentou entrar e Nico fechou a porta.”

“Vamos esperar e ver o que os organizadores dirão. Não é uma situação onde você pode atribuir 100 por cento da culpa.”

A colisão acabou com as esperanças da Mercedes em vencer 11 corridas, se igualando ao recorde da McLaren de 1988.

O finlandês Valtteri Bottas chegou em quinto pela Williams, e o espanhol Carlos Sainz em sexto lugar para a Toro Rosso. O mexicano Sergio Perez ocupou o sétimo lugar, e o brasileiro Felipe Massa o oitavo, pela Williams.

Jenson Button, da Grã-Bretanha, ocupou a nona posição pela McLaren, e o russo Daniil Kvyat, o homem que teve de ceder o seu lugar na Red Bull para Verstappen, em décimo pela Toro Rosso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos