Guarda Costeira dos EUA reinicia investigação sobre naufrágio do El Faro

Por Letitia Stein

TAMPA, Flórida (Reuters) - Investigadores da Guarda Costeira dos Estados Unidos retomaram nesta segunda-feira uma investigação sobre o naufrágio do navio El Faro na costa das Bahamas no ano passado, iniciando duas semanas de audiências para examinar as operações do navio cargueiro, previsões climáticas e supervisões regulatórias.

O capitão Eric Bryson, que ajudou na saída do El Faro para sua viagem final, afirmou ao painel do Conselho de Investigação da Guarda Costeira que o capitão do navio disse ter planejado atravessar uma tempestade que estava sobre o Caribe.

Bryson está entre cerca de duas dúzias de especialistas que irão testemunhar durante a segunda rodadas de audiências sobre o pior desastre envolvendo um navio cargueiro norte-americano em mais de três décadas.

Todos os 33 tripulantes a bordo do El Faro morreram quando o navio de 241 metros naufragou durante um furacão em 1° de outubro na viagem para Porto Rico, dois dias após deixar Jacksonville, na Flórida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos