Presidente da Venezuela prevê "desaparecimento" do Parlamento controlado pela oposição

Por Andrew Cawthorne e Daniel Kai

CARACAS (Reuters) - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, previu o iminente fim do Parlamento de maioria opositora, em meio a um duro conflito de poderes que vem adiando as soluções para a crise econômica.

"A Assembleia Nacional perdeu a validade política. É uma questão de tempo antes de ela desaparecer”, disse Maduro à imprensa.

O líder socialista de 53 anos não deu mais detalhes sobre o que poderia acontecer com a legislatura, embora no mês passado ele tenha ameaçado uma emenda constitucional para cortar o mandato de cinco anos na Assembleia.

Aproveitando-se da irritação pública com a confusão econômica, a coalizão opositora ganhou o controle do Parlamento nas eleições de dezembro e está pressionando por um referendo para tirar da Presidência o impopular sucessor do líder morto Hugo Chávez.

Contudo, autoridades do Partido Socialista, de situação, dizem que não há tempo para organizar um referendo neste ano, e a Comissão Eleitoral, que costuma favorecer o governo, posterga o processo por causa da papelada necessária.

Mais ainda, a Suprema Corte anulou a maioria das novas leis do Parlamento, levando a oposição a afirmar que Maduro havia se tornado um ditador apoiado por instituições fantoches.

"O que vai acontecer se eles bloquearem a rota democrática?”, indagou o líder opositor Henrique Capriles, defensor do referendo. “Nós não queremos uma explosão social na Venezuela nem uma solução militar.”

A oposição está organizando protestos nacionais para quarta-feira. Na semana passada, passeatas se tornaram violentas, com soldados usando gás lacrimogêneo contra jovens que atiravam pedras, e Capriles foi atingido por gás de pimenta.

Protestos de rua e saques estão se tornando mais comuns no país, à medida que os venezuelanos ficam mais cansados e irritados com a falta de alimentos, cortes de água e luz e uma inflação que é a mais alta do mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos