Brasil pode desligar mais usinas térmicas em junho, diz ONS

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil poderá desligar no próximo mês mais termelétricas, acionadas atualmente para elevar a segurança do sistema, com uma decisão de voltar ao regime de operação por ordem de mérito de preço, quando são despachadas apenas usinas cujo custo de geração é menor ou igual ao Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), utilizado no mercado spot de eletricidade, afirmou nesta quarta-feira o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Eduardo Barata.

Segundo o executivo, o governo esteve a ponto de aprovar o desligamento de todas térmicas acionadas por motivo de segurança já na última reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), mas recuou da decisão no último momento porque abril teve temperaturas muito altas e porque a previsão para maio era de poucas chuvas.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos