Argentina anuncia plano de estímulo para novos projetos de gás natural

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina anunciou nesta quinta-feira um programa de estímulo à produção de gás natural, especialmente o não-convencional, em um momento em que o país busca reduzir as importações de hidrocarbonetos, reduzir o déficit energético que registra há anos e impulsionar os investimentos no depósito de Vaca Muerta.

O programa, que vigora a partir desta quinta-feira até 31 de dezembro de 2018, define que os novos projetos de gás natural obterão um incentivo de preços de 7,5 dólares por milhão de BTUs. O Estado compensará o produtor até alcançar o valor do incentivo, caso ele não receba a mesma quantia pela venda do gás no mercado.

"O que se busca é dar previsibilidade e atrair essas empresas que hoje, ou estão querendo deixar de produzir ou estão produzindo pouco (...) Isso visa basicamente o gás não convencional", disse uma fonte do setor.

(Por Juliana Castilla; reportagem adicional por Marianna Párraga Sarah McFarlane e Oleg Vukmanovic)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos