Casa Branca é liberada após tiroteio na região; Obama não estava no local

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca foi brevemente fechada nesta sexta-feira, após disparo de tiros nas proximidades, disseram policiais federais. O presidente norte-americano, Barack Obama, estava fora do local.

Obama foi informado sobre o incidente e bloqueio na Casa Branca e ninguém em sua equipe ficou ferido, afirmou uma autoridade.

"Ninguém dentro ou associado com a Casa Branca ficou ferido, e todos na Casa Branca estão seguros", disse um funcionário da Casa Branca em um email.

A CNN informou que um suspeito foi baleado e estava sob custódia. A CNN disse que, segundo a polícia, agentes do Serviço Secreto atiraram em um suspeito do sexo masculino.

Uma pessoa foi transportada para um hospital local com ferimentos graves, disse um porta-voz do departamento de bombeiros e serviços de emergência médica do Distrito de Columbia.

A polícia afirmou que o tiroteio ocorreu na West Executive Drive, cerca de uma quadra da Casa Branca.

A prefeita de Washington, Muriel Bowser, disse no Twitter que foi informada da situação de bloqueio na Casa Branca. Sua equipe de segurança pública estava em coordenação com parceiros federais, segundo ela.

(Reportagem de Eric Walsh)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos