Nokia corta mais de mil postos de trabalho na Finlândia

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia está cortando 1.032 empregos na Finlândia, como parte de um programa de corte de custos após a compra da Alcatel-Lucent, disse a fabricante de equipamentos de telecomunicações nesta sexta-feira.

A maior empresa da Finlândia fez milhares de demissões no país sede na última década, com seu uma vez dominante negócio de telefones ofuscado pelo surgimento de smartphones rivais.

A Nokia deu início ao mais recente programa de redução de custos em abril e tem como meta a sinergia de 900 milhões de euros em custos operacionais no acordo da Alcatel até 2018.

A empresa não quis revelar o número total de demissões, mas disse que está em negociação com representantes dos funcionários em cerca de 30 países.

A Nokia emprega cerca de 104 mil pessoas, com cerca de 6.850 na Finlândia, 4,8 mil na Alemanha e 4,2 mil na França.

(Por Tuomas Forsell)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos