Swift diz para bancos compartilharem informações sobre ataques de hackers

Por Tom Bergin

LONDRES (Reuters) - O serviço internacional de mensagem financeira Swift disse aos clientes nesta sexta-feira para compartilhar informações para evitar ciberataques, após criminosos terem roubado 81 milhões de dólares do Banco Central de Bangladesh usando o programa.

Mais cedo nesta sexta-feira, a Reuters relatou que o banco Wells Fargo, o equatoriano Banco del Austro (BAD) e o Citibank, do qual o diretor-gerente de risco e estratégia, Yawar Shah, é também presidente do Conselho de Administração do Swift, não informou o serviço de mensagem financeira sobre um ataque no ano passado em que mais de 12 milhões de dólares foram roubados do BDA.

Os bancos e Shah se recusaram a comentar.

Os bancos usam mensagens do Swift para emissão de instruções de pagamentos entre eles. A rede é considerada a espinha dorsal das finanças internacionais, mas a confiança em sua segurança foi abalada pelo roubo da conta do Banco do Bangladesh no Federal Reserve em New York.

(Por Tom Bergin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos