Mauresmo diz que não poderia seguir adiante com Murray

PARIS (Reuters) - Amelie Mauresmo encerrou sua parceria como técnica de Andy Murray, pois sentiu que não poderia melhorar o número dois do mundo, disse neste sábado a ex-número um do mundo.

A francesa e Murray anunciaram o rompimento da parceria de quase dois anos neste mês, mas Mauresmo disse que a decisão foi tomada há algum tempo.

"Andy é complexo. Nas quadras ele consegue ser o oposto do que é na vida. Pode ser confuso. Eu estava aqui para ajudar. Tive a sensação de que eu não poderia levar as coisas mais adiante", disse Mauresmo à revista L'Equipe.

"Eu tinha a sensação de que estávamos no final do que poderíamos fazer profissionalmente. Chegamos à conclusão de que seria complicado continuar."

(Reportagem de Julien Pretot)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos