Rússia anuncia financiamento de testes antidoping extras para atletas que vão ao Rio

MOSCOU (Reuters) - A Rússia está financiando um programa de testes adicionais para que a equipe do atletismo que possa competir na Olimpíada do Rio de Janeiro, uma medida que busca provar seu comprometimento em limpar o esporte, em meio a alegações generalizadas de doping, disse o Ministério do Esporte do país.

A Rússia está no centro do maior escândalo de doping no atletismo e seus atletas estão suspensos em decorrência de uma investigação sobre acusações de doping, colocando em cheque sua participação nas Olimpíadas deste ano.

O ministério informou na sexta-feira que os atletas russos que podem competir no Rio seriam agora testados pelo menos três vezes pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), além de todos os testes antidoping que possam ter que passar no curso normal de suas preparações.

Todas as amostras serão coletadas por empresas estrangeiras e analisadas em laboratórios creditados pela Agência Mundial Antidoping (Wada), enquanto o planejamento dos testes será realizado pela Ukad, agência britânica antidoping, segundo o ministério.

 (Reportagem de Jack Stubbs)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos