Áustria reforça patrulha na região de Brenner

VIENA (Reuters) - A Áustria está enviando mais 80 policiais e pessoal de apoio para aumentar as patrulhas na passagem de Brenner, nos Alpes, para combater o número crescente de migrantes não registrados vindos da Itália, disse o ministro do Interior, Wolfgang Sobotka, neste domingo.

Ele negou que o movimento esteja ligado às eleições presidenciais na Áustria, em que um candidato de extrema-direita estava tecnicamente empatado com um ex-líder do Partido Verde, dependendo de votos postais para a definição.

"Parece que aqui e ali migrantes estão conseguindo atravessar em Brenner, às vezes nenhum, outras vezes cinco, sete ou 10. Há também um pequeno número de solicitações de asilo que surgem", disse Sobotka a repórteres em um evento eleitoral em Viena.

"Então, vamos intensificar as medidas adequadas em toda a área de Brenner," disse.

"Trinta funcionários da área de Tyrol com o apoio de 50 oficiais do resto do país vão iniciar um cerco intensivo", acrescentou. "As pessoas estão sendo paradas em trens regionais, ônibus e carros."

Os vizinhos tentaram minimizar as tensões que surgiram após a Áustria dizer que poderia reintroduzir controles de fronteiras na passagem de Brenner, se fosse necessário, para conter o fluxo de migrantes.

(Por Michael Shields)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos