ONU diz que Sudão se recusa a renovar permissão para oficial de ajuda humanitária

KHARTOUM (Reuters) - O Organização das Nações Unidas informou neste domingo que as autoridades sudanesas se recusaram a renovar uma permissão para o líder da coordenação humanitária em Khartoum, Ivo Freijsen, dizendo que ele estava sendo efetivamente expulso do país.

Um comunicado da equipe humanitária da ONU no Sudão expressou "choque e decepção com a expulsão por parte do governo do Sudão de um dos altos funcionários da ONU".

Segundo o comunicado, Freijsen foi o quarto oficial da ONU a ser expulso pelo Sudão nos últimos dois anos. Além disso, o documento trouxe a preocupação com o impacto da decisão sobre o ambiente operacional "para todas as organizações humanitárias no Sudão".

(Por Maaz Alnugomi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos