Força-tarefa da Lava Jato diz que não há influência política sobre operação

(Reuters) - Delegados da Polícia Federal e procuradores do Ministério Público Federal (MPF) que integram a força-tarefa da operação Lava Jato garantiram nesta segunda-feira que não existe possibilidade de haver influência política sobre a ação, após a revelação de uma conversa do ministro do Planejamento, Romero Jucá, supostamente sugerindo um pacto para deter a operação, da qual é um dos alvos.

"De tudo que a gente viu até agora, está mais do que claro de que a Lava Jato não foi e não será barrada para qualquer pessoa no país, desde que comprovado envolvimento com crimes", disse em entrevista coletiva o delegado da PF Igor Romário de Paula, acrescentando que a força-tarefa da operação em Curitiba foi pega de surpresa com a divulgação da conversa de Jucá com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

(Texto de Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos