Ataque suicida mata 10 pessoas perto da capital do Afeganistão

CABUL (Reuters) - Um homem-bomba matou pelo menos 10 pessoas e deixou quatro feridas nesta quarta-feira ao atacar um ônibus que levava funcionários de uma corte de apelações a oeste de Cabul, capital do Afeganistão, disseram as autoridades, em ação reivindicada pelo Taliban.

O ataque aconteceu no mesmo dia em que o Taliban anunciou a escolha do sucessor do mulá Akhtar Mansour, líder do grupo morto por um drone (aeronave não-tripulada) dos Estados Unidos no final de semana.

O porta-voz do grupo, Zabihullah Mujahid, disse que o ataque a membros do judiciário foi uma resposta à decisão tomada pelo governo afegão no início deste mês de executar seis prisioneiros do Taliban no corredor da morte. Outros ataques virão, alertou.

"Continuaremos neste caminho", disse ele em comunicado.

A decisão do presidente afegão, Ashraf Ghani, foi parte de um endurecimento na política de enfrentamento do Taliban após um ataque suicida do movimento insurgente que deixou no mínimo 64 mortos em Cabul. 

O porta-voz do Ministério do Interior disse que 10 pessoas foram mortas e quatro ficaram feridas no ataques desta quarta-feira, enquanto o Taliban afirmou haver 22 pessoas entre mortos e feridos.

         (Por Mirwais Harooni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos