Batalha final por Falluja, tomada pelo Estado Islâmico, começará em dias, diz líder xiita

Por Saif Hameed e Stephanie Nebehay

BAGDÁ/GENEBRA (Reuters) - A batalha final para recapturar Falluja, reduto do Estado Islâmico próximo a Bagdá, irá começar "em dias, e não semanas", disse um líder de milícia xiita nesta sexta-feira, à medida que novos relatos surgiram de pessoas morrendo de fome na cidade sunita.

A primeira fase da ofensiva que teve início na segunda-feira está próximo ao fim, com o cerco completo da cidade que fica a 50 quilômetros da capital iraquiana, disse Hadi al-Amiri, líder da Organização Badr, apoiada pelo Irã.

Amiri, de farda militar, falou à TV estatal em área de operações, ao lado do premiê Haider al-Abadi, vestindo o uniforme negro da força antiterrorismo do Iraque.

No final do ano passado, Abadi disse que 2016 seria o ano de vitória sobre o Estado Islâmico, que declarou um califado há dois anos no território que controla no Iraque e Síria.

Falluja é um bastião da insurgência que lutou contra ocupação dos Estados Unidos no Iraque e autoridades lideradas pelos xiitas que substituíram o líder sunita Saddam Hussein. Foi a primeira cidade capturada pelo Estado Islâmico no Iraque, em janeiro de 2014, e é a segunda maior cidade mantida pelos militantes, após Mosul, capital de facto do grupo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos