Alemães não gostariam de ter estrela de futebol Boateng como vizinho, diz político

BERLIM (Reuters) - As pessoas na Alemanha não gostariam de ter como vizinho a estrela de futebol Jerome Boateng, nascido em Berlim, de pai ganês, disse o vice-presidente do partido anti-imigração Alternativa para a Alemanha, Alexander Gauland, ao jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung, no domingo.

"As pessoas acham ele um bom jogador de futebol, mas não querem um Boateng como vizinho" disse Gauland na edição de domingo do jornal.

O partido Alternativa para a Alemanha não respondeu imediatamente a pedido da Reuters para comentar. A Associação de Futebol da Alemanha não estava disponível para comentar imediatamente.

O presidente do Alternativa para a Alemanha, Frauke Petry, em comentários que serão publicados no jornal Bild na segunda-feira, disse: "O senhor Gauland não consegue se lembrar de ter feitos esses comentários". Ele pediu desculpas a Boateng pela impressão causada pelos comentários.

O ministro do Interior, Thomas de Maiziere, em comentários ao jornal Bild, disse que todo alemão deveria estar feliz por ter Boateng como colega de equipe, concidadão ou vizinho.

O defensor Boateng do Bayern de Munique é jogador da seleção alemã de futebol e deve jogar o campeonato europeu no próximo mês, juntamente com o turco-alemão de terceira geração Mesut Özil e outros jogadores com ascendência não exclusivamente alemã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos