Japão entra em alerta para possível lançamento de míssil da Coreia do Norte

TÓQUIO (Reuters) - O Japão colocou os militares do país em estado de alerta nesta segunda-feira devido ao possível lançamento de um míssil balístico pela Coreia do Norte, ordenando que navios destróiers e baterias antimísseis fiquem de prontidão para abater qualquer projétil direcionado ao Japão.

Uma autoridade do governo japonês confirmou que uma ordem foi emitida, mas não quis se identificar por não estar autorizada a falar com a imprensa. A ordem foi noticiada primeiramente pela televisão estatal NHK.

O Japão colocou suas forças antimísseis em alerta pelo menos duas vezes este ano, depois de detectar sinais de lançamentos de Pyongyang.

A Coreia do Norte realizou seu quarto teste nuclear em janeiro, e deu sequência ao evento com uma série de testes de mísseis.

No Mar do Japão, Tóquio acionou embarcações Aegis que são capazes de rastrear alvos múltiplos e estão armadas com mísseis SM-3, concebidos para destruir ogivas no espaço antes de elas reentrarem na atmosfera e mergulharem na direção de seus alvos.

As baterias de mísseis Patriot PAC-3, que visam ogivas próximas do solo, estão instaladas ao redor de Tóquio e de outras localidades como uma segunda e última linha de defesa.

(Por Tim Kelly e Nobuhiro Kubo, em Tóquio, em Ju-min Park, em Seul)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos