Capriles volta à linha de frente na Venezuela com o esforço para remover presidente

Por Andrew Cawthorne

CARACAS (Reuters) - Suado, sem voz e sendo sempre abordado, Henrique Capriles, líder da oposição, está de volta à ação nas ruas da Venezuela, instigando as pessoas e protestando contra a corrupção e o desabastecimento.

Capriles havia saído de cena depois das campanhas presidenciais fracassadas em 2012 e 2013, mas o governador do estado de Miranda está de novo na linha de frente política, desta vez liderando o esforço da oposição por um referendo para remover o presidente Nicolás Maduro.

"A única maneira de se consertar a crise na Venezuela é perguntando para os venezuelanos”, afirmou ele à Reuters, depois de um dia fazendo campanha no país sob tensão, em meio a problemas econômicos, manifestações e polarização política.

Apesar de autoridades do governo insistirem que não haverá um referendo revogatório neste ano, as novas iniciativas de Capriles estão restaurando a sua imagem entre os simpatizantes da oposição na Venezuela. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos