Ex-ministro do TSE Torquato Jardim será novo ministro da Transparência

BRASÍLIA (Reuters) - O jurista e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Torquato Jardim foi escolhido pelo presidente interino Michel Temer para ser o novo ministro da Transparência, Fiscalização e Controle no lugar de Fabiano Silveira, informou o Palácio do Planalto nesta quarta-feira.

Silveira deixou o cargo esta semana depois do vazamento de declarações dele criticando a operação Lava Jato, o que levou a uma intensa pressão de funcionários da pasta que disseram se recusar a trabalhar sob seu comando.[nL1N18S005]

É a segunda troca no primeiro escalão do governo Temer devido a gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado no âmbito de um acordo de delação premiada com as autoridades da Lava Jato.

Na semana passada, o senador Romero Jucá deixou o Ministério do Planejamento também devido à divulgação de conversa sobre a Lava Jato.

Torquato Jardim vai tomar posse na quinta-feira, de acordo com o Planalto.

O jurista foi ministro do TSE de 1988 a 1996 e ocupou a presidência do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade). Também foi advogado do governo brasileiro na Comissão de Empresas Transnacionais da ONU em Nova York e Genebra.

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle foi criado pelo presidente interino no lugar da antiga Controladoria-Geral da União (CGU). Temer assumiu o governo no lugar da presidente afastada Dilma Rousseff.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos