Nova Jersey registra nascimento de bebê com microcefalia após mãe contrair Zika, diz mídia

Por Brendan O'Brien

(Reuters) - Um bebê com má-formação congênita provocada pelo Zika vírus nasceu na terça-feira em Nova Jersey, nos Estados Unidos, filho de uma mulher de Honduras infectada pelo vírus no início da gravidez que estava visitando a cidade, de acordo com reportagens.

A criança sofre de microcefalia e nasceu após cesariana no centro médico da Universidade Hackensack, em Nova Jersey, segundo o site de notícias NorthJersey.com.

Autoridades de saúde dos EUA concluíram que infecções do Zika em mulheres grávidas podem causar microcefalia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) relatou que há forte consenso científico de que o Zika também pode causar Guillain-Barré, rara síndrome neurológica que causa paralisia temporária em adultos.

A relação entre Zika e microcefalia foi analisada pela primeira vez no ano passado no Brasil, que já possui mais de 1.300 casos confirmados de microcefalia que podem ser considerados relacionados à infecções do Zika em mulheres grávidas.

O bebê prematuro recém-nascida em Nova Jersey também sofre de problemas intestinais e visuais, disse o chefe de Obstetrícia e Ginecologia de Hackensack, Manny Alvarez, à NorthJersey.com.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos