Crescimento dos serviços da China em maio cai à mínima em 3 meses, mostra PMI do Caixin

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do setor de serviços da China caiu à menor taxa em três meses em maio, com desaceleração nos novos negócios e nas contratações, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), ecoando sinais de perda de fôlego em outros setores da economia.

O PMI de serviços do Caixin/Markit recuou a 51,2 em maio, ante 51,8 em abril. Leituras acima de 50 indicam expansão mensal, enquanto leituras abaixo desse marco sinalizam contração.

Os novos negócios subiram apenas modestamente em maio e a um ritmo mais lento do que em abril e do que a média histórica da série.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos