Embarcação que naufragou perto de Creta partiu do Egito, dizem sobreviventes

SÃO PAULO (Reuters) - Imigrantes que sobreviveram a um naufrágio na sexta-feira perto da ilha de Creta no sul do Mediterrâneo disseram a autoridades que sua embarcação partiu do Egito e carregava cerca de 350 pessoas, disse a guarda costeira grega neste sábado.

Na sexta-feira, autoridades gregas disseram que 340 pessoas foram resgatadas e nove corpos foram recuperados cerca de 75 milhas náuticas ao sul de Creta, em território que faz parte da jurisdição egípcia.

A emissora estatal ERT havia divulgado, sem citar fontes, que o barco carregava entre 500 e 700 pessoas.

Mais e mais pessoas estão tentando fazer a passagem para a Itália da costa africana nas últimas semanas conforme o clima melhora, particularmente da Líbia, onde traficantes de pessoas operam com relativa impunidade.

O incidente de sexta-feira foi o terceiro em uma semana envolvendo resgate de imigrantes perto de Creta, a ilha mais ao sul a Grécia, ao norte da Líbia e do Egito. Um grupo de 113 migrantes, em sua maioria afegãos, que chegou a uma praia em Creta nesta semana havia partido da Turquia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos