Comissão aprova cronograma do impeachment de Dilma e julgamento deve ocorrer até meados de agosto

BRASÍLIA (Reuters) - A comissão do impeachment no Senado aprovou nesta segunda-feira o cronograma proposto pelo relator do caso no colegiado, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que prevê o julgamento do processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff até meados de agosto.

O plano sugerido por Anastasia prevê a votação da nova etapa da tramitação do impeachment --a pronúncia-- no plenário do Senado nos dias 1º e 2 de agosto.

Anastasia propôs ainda que no dia 20 de junho, após o depoimento de testemunhas, poderá haver eventual interrogatório de Dilma. Os denunciantes poderão apresentar suas alegações finais entre 21 de junho e 5 de julho, e a defesa apresentará suas alegações de 6 de julho a 21 de julho.

(Por Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos