Kuczysnki lidera sobre Fujimori em segundo turno de eleição no Peru

Por Mitra Taj e Marco Aquino

LIMA (Reuters) - O ex-investidor de Wall Street Pedro Pablo Kuczynski aparentemente ganhou a eleição presidencial do Peru, à medida que resultados parciais mostraram uma pequena, porém constante, liderança sobre Keiko Fujimori, filha de um ex-presidente do país que está preso.

Com 78 por cento de todos os votos apurados na manhã desta segunda-feira, Kuczynski -conhecido no Peru por suas iniciais, PPK- tinha 50,8 por cento do apoio, enquanto Fujimori seguia com 49,2 por cento. A liderança dele era maior do que indicada nas pesquisas.

Fujimori era a favorita para ganhar a eleição, mas teve seu apoio prejudicado nos últimos dias de campanha, uma vez que os peruanos analisaram o legado de seu pai, Alberto Fujimori, e novos escândalos envolvendo assessores próximos.

"É certo que PPK ganhou", disse o diretor da Ipsos no Peru, Alfredo Torres, à Reuters. "A distância não está diminuindo, e sim crescendo".

Resultados finais do que parece ser a eleição mais disputada do Peru em pelo menos três décadas são esperados para mais tarde nesta segunda-feira.

Kuczynski, de 77 anos, um ex-premiê, investidor e economista do Banco Mundial, fez campanha afirmando ser um líder honesto e experiente que pode limpar a corrupção, garantir que cada cidade peruana possua água encanada e recuperar o crescimento econômico que afetou as exportações minerais do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos