Trump mantém opinião em meio a críticas por ter acusado juiz hispânico de parcial

Por Doina Chiacu

WASHINGTON (Reuters) - Donald Trump, candidato republicano a presidente dos Estados Unidos, rechaçou nesta segunda-feira um bombardeio de críticas do seu próprio partido por ele ter acusado um juiz hispânico de parcial, insistindo que as suas preocupações eram válidas.

"Tudo que eu quero fazer é entender por que eu estou sendo tratado de forma injusta por um juiz. E um monte de pessoas concorda com isso”, afirmou Trump ao canal de TV Fox News.

Trump está na defensiva desde as suas declarações na semana passada sobre o juiz mexicano-americano Gonzalo Curiel, que está cuidando de processos de fraude contra a Universidade Trump, iniciativa já morta do empresário de Nova York.

Trump sugeriu que as origens de Curiel estavam influenciando a opinião dele sobre o caso por causa do discurso da sua campanha contra imigração ilegal. Trump, o escolhido em potencial para ser o candidato do Partido Republicano nas eleições presidenciais de 8 de novembro, promete erguer na fronteira entre os Estados Unidos e o México um muro e disse que o México está enviando traficantes e estupradores para os EUA.

Trump cria polêmicas regularmente na sua campanha e frequentemente frustra os líderes republicanos. A sua ideia de um Judiciário etnicamente parcial atraiu uma nova onda de críticas, incluindo preocupações do seu próprio partido.

No domingo, ele foi perguntado se acreditava que um juiz muçulmano seria parcial com ele com base na sua defesa por uma proibição temporária da entrada de muçulmanos no país. “É possível. Sim”, afirmou ele à rede de TV CBS.

Líderes republicanos, incluindo o presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, e o líder republicano no Senado, Mitch McConnell, se distanciaram dos comentários de Trump, se dizendo preocupados que o tom da campanha poderia irritar os latinos, que são uma fatia crescente do eleitorado dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos